domingo, 6 de março de 2016

Cobertura de tatuagem: fiz e amei de novo!

Oi gente, hoje voltei pra falar de umas das coisas que mais adoro fazer: novas tatuagens! Eu sou um belo exemplo de pessoa que fez desenhos dos quais não gostou mais. Nunca me arrependi de tatuar, mas a questão é que fiz desenhos que não saíram como eu gostaria e logo surgiu a necessidade de cobrir eles. Tenho 5 tatoos, das quais já cobri 3. Ainda tenho mais duas que estão na fila pra reformar. Esse tatoo abaixo fiz quando tinha uns 19 anos (hoje estou com 27). O desenho, pra quem não conhece, é referência ao meu grande ídolo Robert Plant da banda Led Zeppelin.


Continuo amando a banda, mas esse desenho já não me caía muito bem e eu queria muito algo maior. Resolvi cobrir. Falei ao meu tatuador, o Ratto da cidade de Joaçaba/SC, que queria uma borboleta. Logo ele tratou de desenvolver um desenho com estilo tradicional e uma pegada bem psicodélica e cheia de cores – como eu queria. Foram mais de 4 horas de sofrimento. Sim, doeu bastante, mas não dá pra arredar o pé né? E o resultado ficou lindo! Um desenho bem maior do que eu tinha, mas com uma delicadeza, estilo e personalidade que combinou comigo.

Achei a cobertura muito criativa e, mais uma vez, não deixou nenhum rastro da tatuagem antiga (veja as outras duas aqui e aqui). 












Tão importante quando a escolha de um bom profissional é os cuidados após o processo. Ele recomendou que eu limpasse a cada duas horas – cumpri a risca. Lavava com sabonete neutro, passava soro fisiológico e após meu creme de cicatrização favorito, o Derma Repair. Ele foi um grande aliado, e vocês podem notar nas fotos abaixo que não formou nenhuma casquinha, não ficou vermelho, e desde o primeiro dia já estava com aspecto de cicatrizada.

     *Na esquerda o 2º dia e na direita o 3º. 
Parecia que já estava 100%

Único ponto ruim dessa última tattoo foi a coceira intensa. Por ser grandinha ela ficou dolorida internamento por alguns dias e lá pelo quarto dia começou uma coceira bem grande, apesar de já estar sarada por fora. Se algum dia acontecer com vocês: nunca cocem. É chato, incomoda, mas deem apenas uns tapinhas leves (ou nem tanto) que tudo se resolve.


É isso. Já escrevi demais, mas precisava compartilhar tudo!
Já estou ansiosa pela próxima.

Lú.
 
BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS